Os Grandes Épicos

Ah, os grandes e magníficos filmes épicos !! Logo ao ouvir o som das trombetas, dos violinos e o retumbante som da percussão, sentimos que há um perigo inominável, uma prova colossal de coragem e persistência, espreitando os heróis da história.

Por que será que os filmes e livros épicos exercem tamanho fascínio ? Eu acho que talvez seja o sentimento de resgate. Resgate dentro de nós mesmos de querer embarcar numa viagem ao desconhecido; de vivenciar novos lugares, conhecer novas pessoas e viver momentos diferentes. E não, não estou falando de uma viagem de férias. Tampouco estou dizendo pra ir escalar o K2 ou fazer um rally na Patagônia… mas teria de ser algo que fosse totalmente diferente do que você já fez até agora. Veja bem, o ponto central é explorar algo que você nunca viu, sentir coisas e VENCER MEDOS que ainda não sentiu/venceu. É um desafio, sim… até coisas aparentemente banais, como por exemplo cantar em um karaokê de bar. Se você nunca cantou em público, se você é tímido, se você tem vergonha da sua própria voz ou de se mostrar em público… aí está uma ótima chance de fazer algo verdadeiramente ÉPICO.

Continue lendo

Os Sete Pecados Capitais e as Sete Virtudes

Uma das características do Verdadeiro Rei é que ele já está purificado. Ele já deixou para trás o supérfluo. É alguém que já superou os desejos infindáveis que surgem das entranhas do EGO, do eu-inferior ou do eu-da-sombra. O Verdadeiro Rei, como um autêntico alquimista, sublimou todos os 7 “Pecados Capitais”, tranformando-os nas 7 Virtudes.

Continue lendo

A Coroa Eterna

Continuando com a série O Verdadeiro Rei, aqui eu gostaria de explicar o que eu entendo como sendo “A Coroa Eterna”.

Aragorn, o rei que trará paz e prosperidade à Terra-média

Aragorn, o rei que trará paz e prosperidade à Terra-média

Muitos dos santos e personagens históricos que possuem grande sabedoria, são retratados em pinturas com um halo ou círculo em volta da cabeça. Antes eu pensava que era simplesmente uma característica adicionada ao bel-prazer pelos pintores renascentistas. Um capricho, algo para dar destaque àquelas pessoas. Mas depois vi que não foi bem assim…

Continue lendo