O Poder da Palavra

Geralmente classificamos discursos morais como entediantes e chatos. Não atribuímos importância às virtudes pois elas nos parecem chatas e restritivas. Isso acontece porque desde pequenos levamos sermões de nossos pais, nos dizendo o que devemos ou não fazer. Apesar de suas advertências, muitas daquelas coisas proibidas acabam sendo feitas mesmo assim. E o que acontece é que aprendemos a lição, mostrando-nos se nossas pais estavam certos ou não, e nunca mais esquecemos.

Pois bem, esses dias estava pensando em como costumamos mentir para nós mesmos ou para os outros. Muitas dessas mentiras são não-intencionais. Lembrando, é claro, que promessas não cumpridas também são mentiras: afinal de contas, dissemos que faríamos algo, e acabamos não fazendo, tornando nossa afirmação falsa.

Se você não cumpre o que fala, você mente duas vezes: para você e para o mundo.

Palavras têm poder. Palavras são a manifestação sonora dos seus pensamentos, sentimentos, promessas e conclusões. Ao falar o que está na sua mente, sua voz é emitida em todas as direções a partir da sua boca na forma de ondas sonoras que se propagam pelo ar. Sua voz entra pelos seus ouvidos, você a entende e a associa ao pensamento que a originou, formando um circuito fechado ou ciclo. Isso reforça o pensamento, emoção, conclusão ou promessa que estava passando na sua mente no momento em que você falou.

Ou seja, sempre que você diz algo, você está reforçando um pensamento. Reforçar um pensamento é a base para muitas coisas. Desde reforçar uma necessidade através da emissão de um “estou com fome” até reforçar um pensamento elevado, emitindo, por exemplo, um sonoro e sagrado mantra budista.

Podemos aqui traçar um paralelo com a pronúncia de mantras específicos em rituais magísticos. Ao pronunciá-los, estamos reforçando a nossa visualização através do som. O som reverbera em nossas mentes, adicionando energia ao pensamento que estamos mantendo, a fim de realizarmos aquele Trabalho em questão. O mantra é uma forma eficaz de aumentar e fortalecer uma visualização com a poderosa energia da Palavra, do Verbo.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por meio dele” (João 1:1-3)

Falar é um ato de Criação. Detemos esse poder e, portanto, temos total responsabilidade sobre como o utilizamos. Alegar ignorância não o exime dessa responsabilidade, pois você está constantemente exercendo-o, quer queira, quer não.

Permita-me repetir: você SEMPRE reforça o pensamento ao falá-lo, consciente ou inconscientemente.

Se você diz algo com a intenção de desdém ou mentira, você diz inconscientemente ao seu cérebro para rejeitar aquela informação. Mentira após mentira, você se auto-programa para ignorar a si mesmo cada vez mais, até que chega em um ponto em que não possui mais nenhuma autoconfiança. Isso acaba refletindo também no trato com outras pessoas, pois se nem você é digno de confiança, como confiar nos outros? Como saber se dizem a verdade?

Suas promessas passam a ser vazias. Compromissos são deixados de lado. Metas que você tenta traçar para si mesmo são ignoradas e, portanto, jamais atingidas.

Mentir acaba afastando as pessoas de você. Acaba afastando também seus projetos e sonhos de se realizarem, pois você nunca cumpre o que diz. Sua mente já está bem treinada para ignorar tudo o que sai da sua boca.

Mas sempre há uma saída de qualquer situação; essa não seria uma exceção. Basta reprogramar sua mente para ouvir o que você diz. Basta começar a cumprir suas promessas, compromissos e metas. Basta falar a verdade e se manter fiel a ela.

Ao emitir a sua verdade, sua mente reforçará sua promessa, seu compromisso, sua meta… assim como suas inspirações, conclusões, pensamentos e emoções.

Seus projetos passarão a se concretizar. Suas inspirações se tornarão reais. Sua vida se tornará congruente com a sua Palavra. As pessoas acreditarão no que voce diz, pois saberão que é alguém honrado e verdadeiro.

Honrar é cumprir a Palavra.

Cumprir a Palavra é tornar Verdade aquilo que vem da Mente (ou dos Planos Superiores, ou Espírito, ou Essência, ou Consciência… ou tantos outros sinônimos e termos similares em significado).

Procure agora aplicar essa visão congruente de manifestação da Verdade em todas as pessoas do planeta Terra. Tente esboçar um quadro em que todas as pessoas falam a verdade, ou seja, cumprem o que dizem, sendo o que dizem ser. Como seria o mundo?

Quando faço esse exercício, visualizo que haverá mais confiança entre as pessoas. Surgirá um fluxo comunicativo bem maior, ampliando o entendimento e o desenvolvimento das sociedades. Tudo correrá tranquilamente entre as pessoas e as nações, pois não haverá motivo para medo de traição. A autenticidade de cada povo será legítima. Intenções claras à vista de todos.

A Justiça seria totalmente reestruturada, ou até mesmo desnecessária. Se todos os governos e seus atos são totalmente claros aos olhos do povo, tudo passa a ser fiscalizado naturalmente e corrigido quase que instantaneamente. Os impostos seriam destinados totalmente ao propósito que foram criados. Todos os cargos teriam sua finalidade bem clara, definida e preenchida.

A burocracia deixaria de ser necessária. Leis tampouco, pois ninguém esconderia nada dos olhos públicos.

As religiões também seriam profundamente afetadas, com a revelação da verdade sobre a História do mundo, e a história da vida de grandes homens e mulheres do passado.

Há tantas outras repercussões mundiais que simplesmente levaria muito tempo só para escrever todo o impacto causado por tal adoção de comportamento.

Fica bastante claro que a força purificadora e alteradora da Verdade transformaria a humanidade tão profundamente e de formas tão fantásticas que seria tal qual fogo nuclear.

Mas o que realmente devemos destacar é: o que ocasiona a fagulha inicial? O que inicia o processo revolucionário de transformação?

A atitude pessoal. Individual.

Tudo começa em mim. Em você.

Que tal começarmos agora? Que tal começarmos a ser sinceros consigo mesmos? É um bom primeiro passo :)

***

Leia também:

O (Re)Começo: Perguntas Essenciais

——————————————————————————–

O blog Labirinto da Mente é um local onde se busca estudar, pesquisar, e refletir sobre o mundo, a vida, o universo e o espírito de forma didática e utilizando os mais diversos veículos, como textos, vídeos, músicas e imagens.

>> Ver todos os artigos do Labirinto da Mente no TdC

Uma ideia sobre “O Poder da Palavra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *