Frases

Cada dia contém em si um microcosmo, uma “vida”. Um “início” e um “fim”.

Cada dia é um ciclo fechado, um circulo que termina onde começou. O Ouroboros.

Um dia é um giro completo da Terra em seu próprio eixo.
Um ano é um giro completo da Terra em torno do Sol, nossa estrela mais próxima.
Um “ano galático” é um giro completo da Terra em torno do centro da Via Láctea, nossa galáxia.
Um “ano <insira próxima roda de astros com orbita circular>” é um giro completo da Terra em torno do centro da <roda de astros>.
Há também o tempo que os elétrons levam para girar em torno do núcleo de cada átomo que compõe nossos corpos.
Para fora ou para dentro… grande ou pequeno…
“Tudo o que está acima é igual ao que está abaixo”
“Assim na Terra como no céu”

Um Fractal.

Cada ação gera uma reação igual e contrária.
Nada se cria, nada se destrói, tudo se transforma…
Tudo o que existe no Universo hoje, sempre existiu e sempre existirá.
Tudo que somos e vemos hoje, será transformado para algo diferente.
Tudo o que somos, vemos, tocamos, cheiramos… uma vez já fez parte das mais longinquas estrelas, planetas, asteróides, nebulosas…

Tudo se renova, tudo se move, o tempo todo, de uma forma ou de outra.

Energia é movimento. Matéria é o repouso.

O Universo é composto de matéria e energia.

4 ideias sobre “Frases

  1. Pingback: Tweets that mention Frases | Labirinto da Mente -- Topsy.com

  2. Essas reflexões me fizeram lembrar de um trecho da carta do Chefe Seattle ao presidente Franklin Pierce (1854):

    "Todas as coisas são interligadas, como o sangue que nos une. O homem não tece a teia da vida – ele é apenas um fio dela. O que fizer à teia, fará a si mesmo. "

    Abs
    raph

    • Engraçado como são as coisas. Eu só fui lembrar que já havia lido essa carta depois que você twitou a versão original completa dela, esses dias. Realmente, grande a sabedoria do chefe indígena. Sinto um profundo respeito e admiração por certos povos nativos, e também uma imensa tristeza por terem sido tão massacrados, sua cultura praticamente reduzida a nada… poderiamos aprender tanto com eles!

  3. Eu costumo analisar da seguinte forma:

    Não é que eles não mereciam mais estar por aqui – nós é que não merecíamos mais a sua presença.

    Quando disse que foram "galopar estrelas" – era uma forma politicamente correta e algo poética de dizer que eles foram habitar "outras moradas da casa do Pai"…

    Pelo menos, é que eu acho (sinto).

    Abs!
    raph

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *