Os Grandes Épicos

Ah, os grandes e magníficos filmes épicos !! Logo ao ouvir o som das trombetas, dos violinos e o retumbante som da percussão, sentimos que há um perigo inominável, uma prova colossal de coragem e persistência, espreitando os heróis da história.

Por que será que os filmes e livros épicos exercem tamanho fascínio ? Eu acho que talvez seja o sentimento de resgate. Resgate dentro de nós mesmos de querer embarcar numa viagem ao desconhecido; de vivenciar novos lugares, conhecer novas pessoas e viver momentos diferentes. E não, não estou falando de uma viagem de férias. Tampouco estou dizendo pra ir escalar o K2 ou fazer um rally na Patagônia… mas teria de ser algo que fosse totalmente diferente do que você já fez até agora. Veja bem, o ponto central é explorar algo que você nunca viu, sentir coisas e VENCER MEDOS que ainda não sentiu/venceu. É um desafio, sim… até coisas aparentemente banais, como por exemplo cantar em um karaokê de bar. Se você nunca cantou em público, se você é tímido, se você tem vergonha da sua própria voz ou de se mostrar em público… aí está uma ótima chance de fazer algo verdadeiramente ÉPICO.


Épico porque será uma aventura para você. Aventura no sentido de:

  • ter a coragem suficiente para enfrentar o seu medo
  • fazer algo totalmente novo (como experiência de vida)
  • explorar o desconhecido

Por que estou batendo tanto na tecla de “explorar o desconhecido” ? Porque já foi provado que o nosso cérebro só é realmente bem utilizado (ou seja, você realmente USA a maioria dos seus neurônios) quando você passa por algo novo. O cérebro é extremamente otimizado no quesito pensamentos e raciocínio. Quando você tem uma experiência repetida todos os dias, o uso “neural” cai muito. Com isso, os “links” e “caminhos” vão ficando meio “enferrujados”, digamos assim. Você passa a ter cada vez menos pensamentos criativos. Você passa a ficar entediado… e a partir daí é um pulo para a depressão.

Portanto, é muito bom mantermos nosso cérebro ativo, alimentando-o com novas e interessantes experiências de vida. Os grandes filmes épicos nos fazem lembrar o que nos motiva, o que faz com que nos sintamos mais vivos e despertos que nunca. Indo para um significado mais profundo, nos faz refletir o que estamos fazendo da nossa vida. É claro que há diversas formas de se travar uma batalha, e é claro que há mérito nas lutas diárias que travamos com nossas tarefas cotidianas. Mas às vezes as coisas poderiam ser mais simples se fizéssemos uma abordagem diferente. Por outro ponto de vista. Como dizem os físicos teóricos, “Tudo depende do referencial, do observador. Mude o observador, que a experiência toda muda”.

Faça da sua vida uma experiência fascinante e única. Caminhe pelos acontecimentos e surpresas como um aluno, mas mantenha o passo. Não pare. Siga adiante como um peregrino, pois se você parar, nada mudará e tudo parecerá imóvel e morto, pois você estará parado. Portanto, mova-se !! Tanto no físico, como no mental, como no emocional, como no… espiritual.

Gostaria de abrir aqui um parênteses…
(Há filmes/livros que eu acho particularmente de caráter Iniciático. Pelo menos é como eu me sinto com relação a esses filmes/livros. Iniciático porque, assim que termino de ler/assistir tal história, sinto uma tremenda onda de pensamentos, de criatividade e de lições fantásticas de vida para mim. Eu me sinto outra pessoa. É como se a história que vivenciei tivesse me modificado de uma forma que não sei explicar. Histórias assim têm um lugar especial na minha memória. São especiais pois me mostraram uma nova visão de mundo, e me ensinaram a ser melhor do que eu era antes. Então vem um sentimento de enorme gratidão ao autor/diretor da história. Eu realmente acho que certas pessoas no meio artístico são completamente apaixonadas pela magia, pelo encanto e pela beleza das suas criações. Espero um dia conseguir conquistar tal posição, de ser um criador de uma história que possa inspirar as pessoas, causar-lhes euforia, espanto e emoção…)

4 ideias sobre “Os Grandes Épicos

  1. Pingback: Links Mayhem – 14/04/2011 « Hermetic Rose

  2. Pingback: Links Mayhem 14/04/11 | Instituto ECO

  3. Pingback: Links Mayhem – 15/04 « Autoconhecimento & Liberdade

  4. Pingback: Links Mayhem (11) » O Alvorecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *